20 SET 2019
06 SET 2016
Congresso de contabilidade movimenta a economia do Ceará
Por Juliana Oliveira
RP1 Comunicação

Turista de evento gasta cerca de quatro vezes mais que turista de lazer

O Ceará recebe, entre 11 de 14 de setembro, o 20º Congresso Brasileiro de Contabilidade (CBC), maior evento da classe contábil. Durante quatro dias, mais de 7 mil profissionais da área debaterão temas de interesse da contabilidade e da sociedade em geral em mais de 150 atrações técnicas e científicas. Além de promover conhecimento, o congresso movimenta a economia do Estado. A estimativa é que injete cerca de R$ 15 milhões na economia local.

O evento é uma realização do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), em parceria com o Conselho Regional de Contabilidade do Ceará (CRCCE). “Para nós é muito importante que além de levar debate de alto nível sobre temas que estão na pauta da sociedade, como a contabilidade pública e o controle dos gastos, alternativas de desenvolvimento para as empresas no momento de crise, orientações sobre como as famílias podem se organizar financeiramente para alcançar seus sonhos, o congresso também aqueça a economia local”, conta o presidente do CFC e do 20ºCBC, José Martonio Coelho.

Segundo o presidente da Associação Brasileira de Empresas de Evento no Ceará (Abeoc-CE), Rafael Bezerra, o turista de negócio, como o que participará do 20º CBC, gasta cerca de quatro vezes mais que o turista de lazer. “Em 2015 a média diária de gasto do turista de negócio foi de R$ 437,16, o que é quatro vezes mais do que o valor gasto por um turista de lazer. No ano, o setor arrecadou R$ 370 milhões”, diz Bezerra.  Ele afirma que os eventos mobilizam 52 elos da cadeia produtiva e que para cada emprego direto, são gerados sete indiretos e outros temporários.

No Brasil o setor de eventos é responsável por 4,3% do Produto Interno Bruto (PIB) e gera 7,5 milhões de empregos por ano. Segundo o vice-presidente de Relações Institucionais da Abeoc, Maurício Cavichion, os setores da economia local mais beneficiados são o comércio, alimentação e hospedagem. “A maioria dos participantes ficará na cidade por cinco dias, mas muitos aproveitam a oportunidade para visitar outras cidades do Estado”, afirma Cavichion.  Sâmia Almeida, proprietária de uma agência de viagem em Fortaleza, afirma que o congresso aumentou em 30% seu faturamento. “Adequamos nossos pacotes para atender os participantes do evento. Os produtos mais vendidos foram os traslados e passeios. O destino mais procurado é Jericoacoara”, conta.

O Nordeste é a terceira região do Brasil que mais recebe eventos de negócios e, de acordo com a Associação Internacional de Congressos e Convenções (Icca), Fortaleza é a quarta cidade do Brasil que mais recebe eventos internacionais. A cidade, inclusive, abriga o maior centro de eventos da América Latina, o Centro de Eventos do Ceará, onde será realizado o 20º Congresso Brasileiro de Contabilidade. Mais informações sobre o congresso em cbc.cfc.org.br.